Se você tem dívidas financeiras, então, o primeiro passo é se acalmar. Segundo uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), atualmente, o percentual de famílias brasileiras com dívidas chegou a  60,1% — ou seja, você não está sozinho. Mais da metade da população do Brasil precisa se organizar e efetuar a renegociação de dívidas também.

Acalmar-se, entretanto, não é o mesmo que se acomodar. Por isso, neste texto, explicaremos quais são os segredos para quitar suas dívidas de forma consciente e segura. Continue a leitura e saiba o que e como fazer!

Porque a renegociação de dívidas é uma atitude positiva?

O endividamento é uma situação que gera problemas para o consumidor e para a empresa. Isso porque, de um lado está o cliente, que terá seu nome negativado nos órgãos de proteção ao crédito, e de outro está a organização, que perde por não receber o valor emprestado ao adquirente e com a contratação de serviços de cobrança. Em outras palavras, renegociação é positiva para ambos os lados.

Como organizar as contas para pagar as dívidas?

Preparamos um passo a passo de como você deve proceder para pagar as suas dívidas. Confira!

Faça uma pequena reserva financeira

Sabemos que essa é uma tarefa difícil para quem está endividado. Entretanto, é essa quantia que assegurará o fim dos seus ciclos de dívidas. Por exemplo, se acontecer algum imprevisto, em vez de contrair novas dívidas, você poderá recorrer a esse fundo, entendeu?

Crie uma lista com as suas dívidas

Não deixe nada de fora, esse é o momento de organizar sua vida. Em cada item da sua lista escreva:

  • o valor total do saldo devedor;
  • o valor da prestação mensal;
  • o valor total da dívida;
  • os dados do credor.

Organize essa lista a partir da dívida mais barata para a mais cara. Eliminar pequenas contas primeiro pode dar mais ânimo e incentivá-lo a mudar seu comportamento.

Programe-se para fazer o pagamento das dívidas

Faça uma lista honesta e detalhada com seus ganhos e seus gastos mensais. Subtraia as suas contas dos valores que entram e veja com quanto você pode contar mensalmente para quitar suas dívidas. Talvez, sua conclusão seja que você precisa de uma renda extra — se for o caso, invista nisso!

Como elaborar uma proposta de renegociação de dívidas?

Agora que você tem uma visão realista da sua situação, entre em contato com a empresa credora. Iniciar esse contato, em vez de desligar quando o setor de cobrança entra em contato, por exemplo, é um bom sinal de disposição para negociar.

Por diversos motivos, nem sempre será possível fazer esse contato pessoalmente, contudo, não desista. Atualmente, existem plataformas online de quitação de dívidas, e uma delas é a Kitei, que oferece a possibilidade de negociar a pendência financeira online. A pessoa entra no site, informa o CPF, escolhe a melhor opção e fecha o negócio.

Quais cuidados tomar para não se endividar novamente?

Nesse momento, você já sabe como renegociar suas dívidas, entretanto, ainda é preciso ficar atento para não contrair novas nesse processo. Alguns cuidados necessários são:

  • não contar com um dinheiro que você não tem;
  • programar-se para fazer uma renda necessária, se for o caso;
  • não assumir uma prestação que você não conseguirá pagar;
  • evitar os hábitos que fizeram você se endividar;
  • manter seus gastos rigorosamente controlados.

Dívidas são resultados de hábitos ruins ou de um descontrole momentâneo. Então, seguir as dicas acima pode mantê-lo seguro e financeiramente saudável.

Agora que você entende como fazer uma renegociação de dívidas, já pode entrar em contato com a gente para consultar seu nome e quitar suas dívidas online.

Escreva um comentário