Descubra como a psicologia financeira impacta nas finanças

4 minutos para ler

Existem muitas pessoas que, por mais que se esforcem para organizar suas finanças, acabam repetindo erros que fazem com que elas adquiram dívidas novamente. Em uma situação como essa, é provável que a implementação do conceito de Psicologia Financeira seja necessário.

Por meio dele, o indivíduo se torna capaz de compreender, de uma maneira mais profunda, os fatores que o levam a administrar seus recursos de modo inadequado. O que permite tomar atitudes mais eficazes para resolver essa situação.

Você gostaria de usar a Psicologia Financeira para melhorar seu padrão de vida? Leia o artigo agora, entenda como ela funciona e descubra como implementá-la!

O que é Psicologia Financeira?

Embora o ser humano seja racional, capaz de considerar diversos pontos antes de decidir, muitas de suas atitudes são baseadas em emoções. Uma verdade que, muitas vezes, não somos capazes de reconhecer, pois isso ocorre no nível inconsciente de nossas mentes. A Psicologia Financeira é uma vertente da Psicologia que visa analisar os gatilhos emocionais e interpretar os seus impactos no modo como as pessoas usam seus recursos.

Qual o seu impacto sobre os indivíduos?

Uma vez que uma pessoa compreende os fatores emocionais que a levam a agir de determinada maneira, se torna fácil para ela mudar, pois conhece a causa do problema. A mesma lógica se aplica à Psicologia Financeira. Uma vez que uma pessoa entende o que faz com que ela gaste além do que deveria, fica fácil criar proteções que a impeçam de ter tal atitude. Considerando esse fato, podemos dizer que essa vertente da Psicologia tem o potencial de otimizar a construção de patrimônio dos indivíduos.

Como implementar a Psicologia Financeira?

A implementação da Psicologia Financeira exige comprometimento e reflexão daqueles que se propõem a praticá-la. É importante que os indivíduos façam uma autorreflexão e, assim, identifiquem tanto os fatores que os fazem agir de modo descuidado com suas finanças quanto as atitudes negativas que devem eliminar.

Uma vez que esse processo é iniciado, eles se tornam capazes de pôr em prática os seguintes passos.

Defina metas de mudanças

Embora entender as causas de um problema de comportamento e identificar os seus principais reflexos negativos seja importante, eliminá-lo exige esforço e disciplina. De modo que uma organização inteligente é necessária. Por essa razão, é importante que as pessoas que desejam colocar em ação a Psicologia Financeira estipulem metas para si mesmas.

Essa atitude é importante, pois permite que elas criem um objetivo claro e ainda ajuda a monitorar o próprio desempenho. Essas metas podem, por exemplo, estipular um limite máximo de gastos mensais e estabelecer uma quantia mínima de recursos que deve ser investida todos os meses.

Quite suas contas em dia

O objetivo da Psicologia Financeira é fornecer ferramentas para que as pessoas melhorem o seu padrão de vida por meio do uso mais inteligente dos recursos. Portanto, elas devem tomar decisões que colaborem com esse resultado.

Dentre elas, a resolução de quitar débitos atrasados e garantir que todas as dívidas sejam pagas em dia pode ser considerada uma das mais importantes. Afinal, sempre que um pagamento é atrasado, a taxa de juros que incide sobre ele continua a acumular. O que, com o passar do tempo, tende a tornar a dívida ainda mais cara.

Encontre os melhores rendimentos

Por fim, uma verdadeira mudança no padrão de vida de uma pessoa passa pela construção de seu patrimônio. Uma tarefa que, obviamente, exige empenho e estratégia. Atualmente, existem diversos investimentos e aplicações à disposição dos indivíduos. Cada um deles alinhado a um objetivo e a um perfil de investidor diferente.

A prática da Psicologia Financeira exige que o indivíduo se informe a esse respeito para optar pelas soluções mais alinhadas às suas necessidades. A educação financeira costuma ser uma grande aliada nesse momento!

Para controlar melhor os seus gastos e usar os seus recursos de maneira mais eficiente, é necessário que as pessoas tenham acesso a ferramentas eficazes. Considerando os benefícios da Psicologia Financeira, podemos dizer que ela é uma das soluções mais úteis nesse sentido.

Agora, que tal descobrir como fazer uma verdadeira faxina financeira para otimizar a administração de seus recursos? Leia este artigo e tenha acesso a esse conhecimento!  

Posts relacionados

Deixe um comentário