Em diversas situações, seja em uma emergência ou para a realização de um objetivo pessoal, o crédito é muito importante. Nesse contexto, entender o que a pontuação do CPF e saber como verificá-la é necessário. Afinal, essa pontuação, também conhecida como score, é um dos fatores que definem se uma pessoa terá, ou não, acesso ao crédito.

Embora no passado essa informação fosse disponível apenas para empresas, atualmente ela pode ser acessada por qualquer pessoa. Você tem interesse em conhecer seu score? Leia o artigo e descubra como acessá-lo e o que fazer para aumentá-lo!

Como funciona o score?

O score vai de 0 a 1.000 pontos, avaliando os hábitos de pagamento e o relacionamento do consumidor com o crédito. Assim, ele é influenciado por alguns fatores, como:

  • as contas serem pagas em dia;
  • a pessoa estar endividada ou não;
  • os dados cadastrais estarem corretamente registrados.

Vale lembrar que é possível consultar sua nota gratuitamente por meio do site do Serasa. Mas você deve estar se perguntando qual é a importância de ter um score alto, certo? A resposta é: quanto maior for a pontuação, maiores são as chances de a pessoa honrar seus compromissos financeiros nos próximos 12 meses.

Por isso, ela tem acesso facilitado ao crédito e a financiamentos (seja educacional, de veículos etc.), faz compras a prazo e consegue obter empréstimos com mais facilidade.

Qual é a importância de ter um cadastro positivo?

Não há dúvidas de que ter um cadastro positivo é muito importante. Isso porque se trata de um demonstrativo de que a pessoa paga as contas em dia e não está com dívidas. Quem apresenta uma boa pontuação do CPF tem mais facilidades para fazer compras a prazo, pedir empréstimos e conseguir financiamentos.

Dessa forma, ficará mais prático realizar sonhos como a compra da casa própria ou do carro e entrar em uma universidade por meio do financiamento estudantil, por exemplo.

Como aumentar a pontuação do CPF?

Trata-se de uma das dúvidas mais frequentes de grande parte dos brasileiros. No entanto, não há muitos segredos em relação a essa questão. As principais formas de aumentar a pontuação do CPF incluem:

  • limpar o nome;
  • pagar as contas em dia;
  • manter os dados cadastrais atualizados;
  • ter conta em mais de um banco;
  • fazer compras a prazo;
  • realizar investimentos pensando no futuro.

A seguir, abordaremos cada um desses pontos detalhadamente. Continue lendo!

Limpe seu nome

Primeiramente, é muito importante “limpar o nome” para aumentar o score. Caso tenha dívidas pendentes, procure negociá-las o quanto antes com os credores e pague todas. Após regularizar a situação, seja rigoroso com os vencimentos nos próximos meses.

É preciso demonstrar que o seu comportamento mudou, além do fato de sua pontualidade ser constante e permanente. Quanto mais tempo conseguir manter esse novo hábito, melhor. Dessa forma, a pontuação se elevará e aumentará as possibilidades de os credores concederem crédito a você.

Pague as contas em dia

Como vimos, é fundamental pagar todos os seus compromissos em dia. Atualmente, é possível colocar algumas contas — como energia elétrica, telefonia e internet — no débito automático. Dessa maneira, não há o risco de se esquecer de determinado pagamento e ter o nome negativado como consequência.

Mantenha os dados cadastrais atualizados

Outro fator que ajuda a aumentar o seu score é manter os dados pessoais cadastrados nos órgãos de proteção ao crédito. Quando mais exatas e precisas forem suas informações pessoais — a exemplo de idade, telefone e endereço —, mais confiável será o cadastro. Lembre-se de comunicar as alterações dessas informações, quando elas ocorrerem, para as instituições.

Tenha conta em mais de um banco

Vale destacar que cada banco tem uma pontuação própria de crédito e, por isso, podem ser estabelecidos critérios diferentes para estipulá-la. Alguns exemplos são:

  • período no qual a pessoa é cliente do banco;
  • saldo da conta;
  • pagamento das contas em dia;
  • uso de diferentes produtos do banco, como cartão de crédito, títulos de capitalização etc.

Caso você mantenha conta em mais de um banco, terá que se relacionar com mais de uma empresa. No entanto, é importante destacar que ter conta em várias instituições financeiras nem sempre significa o pagamento de inúmeras taxas bancárias. Para evitar isso, abra conta em um banco digital.

Faça compras a prazo

Infelizmente, quem tem o costume de fazer compras à vista não é conhecido pelas instituições que concedem crédito, sendo que a pontuação não é influenciada pelo número de aquisições efetuadas em determinado período. Portanto, tente comprar a prazo, utilizando o cartão de crédito. Caso não seja possível, recorra à função de débito, pois isso ajudará a aumentar o score perante o banco do qual é cliente.

Faça investimentos pensando no futuro

Os investimentos ajudam as pessoas a alcançarem seus objetivos e a realizarem sonhos. Inicialmente, deve-se ter disciplina, pois é necessário separar uma quantia mensal e destiná-la às aplicações financeiras. Essa tarefa pode até ser trabalhosa, no entanto, você colherá bons frutos no futuro.

Vale destacar que existem vários tipos de aplicações financeiras no mercado. Entre elas estão os ativos de renda fixa, que apresentam rentabilidade fixa em um mês e cuja maior parte dos investimentos rende de acordo a Selic — que está a 5,5% ao ano.

Há ainda aquelas que utilizam a taxa de juros da economia como base para definir os rendimentos e as de renda variável. Neste último caso, trata-se dos ativos que apresentam alta oscilação nos rendimentos e, por isso, podem se valorizar rapidamente. Como consequência, oferecem maiores rentabilidades.

Você provavelmente está se perguntando: qual é o melhor investimento? Não há uma resposta exata para essa questão, pois tudo depende do perfil de cada investidor. As aplicações de renda fixa, por exemplo, são as mais viáveis para as pessoas que desejam construir uma reserva de emergência, devido à segurança que apresentam. Por outro lado, os ativos de renda variável são indicados aos investidores que conhecem o mercado financeiro e não têm receio de perder dinheiro.

Como consultar meu score?

Agora que você sabe o que é a pontuação do CPF e entende a sua importância, é hora de descobrir como acessá-la. Afinal, por mais útil que seja o score, você só será capaz de aproveitar os benefícios auferidos por ele se o conhecer.

Antes de tudo, é importante ressaltar que no Brasil existem duas empresas que dominam este mercado de avaliação de crédito, de modo que verificar o score nelas costuma ser a melhor opção. As empresas em questão são o Serasa e o Boa Vista SCPC. Continue a leitura e descubra como consultar a pontuação do CPF nas duas instituições.

Serasa

A verificação do score no Serasa é bem simples e pode ser realizada por meio dos seguintes procedimentos.

Cadastro

A primeira parte do processo consiste em acessar a página do Serasa. Uma vez no site da empresa, é necessário que a pessoa clique na opção “cadastrar”. Ao clicar nessa opção, ela será enviada a uma página segura em que precisa informar os seguintes dados:

  • cpf;
  • nome completo;
  • data de nascimento;
  • número válido de celular;
  • e-mail válido;
  • nome completo da mãe.

Na mesma página de cadastro, a pessoa interessada em verificar a pontuação do CPF precisa criar uma senha, que será usada para acessar a plataforma do Serasa. Essa senha deve conter os seguintes caracteres:

  • letras;
  • números;
  • letras maiúsculas;
  • um caractere especial (que não é letra nem número).

Por fim, esse procedimento inicial é finalizado quando o usuário preenche todos os dados e clica na opção “aceito os termos de serviço”.

Confirmação de dados

Uma vez que o cadastro termina, a pessoa interessada em verificar a pontuação do CPF é enviada para uma página em que precisa confirmar seu cadastro. Nessa página ele deve escolher entre confirmar o cadastro por e-mail ou por número de celular.

Caso a pessoa opte pelo e-mail, ela receberá um e-mail do Serasa com o assunto “confirmação de e-mail”. É possível que essa mensagem seja direcionada pelo provedor do e-mail para a caixa do spam. Por essa razão, é importante que ela seja verificada, caso a mensagem demore a chegar.

Se a opção escolhida for o celular, o indivíduo receberá uma mensagem, no celular cadastrado na plataforma, com um código de confirmação.

Verificação de pontuação do CPF

Uma vez que o e-mail é confirmado, o usuário é direcionado para uma página que o informa que o cadastro no Serasa foi confirmado. Nesse momento, ele precisa apenas informar o e-mail e a senha e clicar na opção “consultar meu CPF”. Ao realizar essas ações, ele é direcionado a uma nova página em que o seu score é exibido.

Consulta pelo celular

Caso a pessoa opte por verificar a pontuação do CPF pelo celular, ela precisa baixar o aplicativo do Serasa na loja oficial de apps do seu smartphone. Ela pode se cadastrar pelo app ou pelo computador. Nos dois casos, ela precisa seguir os mesmos procedimentos.

Com o cadastro criado, a pessoa em questão pode verificar seu score na tela inicial do aplicativo.

Boa Vista SCPC

A consulta pela plataforma Boa Vista segue um modelo bem parecido. De modo simples, podemos dizer que o processo de criação e confirmação de cadastro se repete, a única diferença é que os dados exigidos pela Boa Vista são um pouco diferentes. Veja quais são cada um deles:

  • nome completo;
  • e-mail;
  • confirmação de e-mail;
  • data de nascimento;
  • celular.

Assim que o cadastro é confirmado, o usuário tem acesso a uma plataforma onde pode verificar seu score. Além disso, assim como ocorre com o Serasa, esse cadastro pode ser realizado por meio do aplicativo da Boa Vista, onde o usuário também poderá verificar seu score.

Pode ser difícil aumentar o score no início, mas todo o esforço valerá a pena. As pessoas que contam com uma alta pontuação do CPF têm fácil acesso ao crédito, além de conseguirem realizar financiamentos e compras a prazo. Isso facilita a realização de muitos sonhos — como adquirir uma casa, um carro ou entrar na universidade desejada, por exemplo.

Agora que você sabe como consultar a pontuação do CPF, descubra os principais mitos e verdades sobre o nome sujo no Serasa!

Sou fundador da Kitei, empresa que fundei em meados de 2016. Atuo na  direção de toda a área comercial, administrativa e financeira no cargo de Diretor Executivo. Tenho mais de 25 anos de experiência no mercado de cobrança e por meio de uma gestão inovadora, continuo a conduzir minha equipe para atuar no mercado financeiro com competitividade.

Escreva um comentário