Apesar da grande fonte de informações que temos disponíveis a respeito dos serviços de proteção ao crédito, boa parte das pessoas ainda tem dúvidas a respeito de seu funcionamento. Uma situação que acaba criando uma série de mitos diz respeito ao nome sujo no Serasa.

Para se livrar das dívidas e ter seu nome retirado desses cadastros, uma pessoa precisa entender como eles funcionam. Por isso, decidimos desenvolver este conteúdo com esclarecimentos a respeito de seu funcionamento.

Leia o artigo e descubra o que é mito e o que é verdade quando o assunto é nome sujo no Serasa!

Uma pessoa pode ter o nome sujo no Serasa mesmo sem ter feito dívidas?

Por mais incrível que possa parecer, esse mito é real. Mas é necessário levar em consideração que isso só acontece em situações excepcionais, quando algum erro ocorre no sistema do Serasa. Também, quando uma compra é feita, de forma indevida, no nome da pessoa cadastrada.

Em uma situação como essa, quem tiver o nome cadastrado erroneamente no Serasa precisa entrar em contato com a instituição. Caso fique comprovado que uma compra realmente foi feita em seu nome, o passo seguinte e ir até a polícia e fazer um boletim de ocorrência.

Uma pessoa com nome sujo no Serasa pode ser eliminada de concursos públicos?

Via de regra, uma pessoa não pode ser desqualificada em um concurso público apenas por ter o nome negativo. A única exceção para isso são os concursos para bancos públicos, como a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil.

Depois de um período de 5 anos, o cadastro de um devedor nos serviços de proteção ao crédito é retirado?

Embora essa informação seja verdadeira, é necessário ressaltar que apenas o cadastro negativo é eliminado, de modo que a dívida continua existindo. O que abre espaço para que o credor tome medidas mais drásticas, como recorrer à Justiça para reivindicar os recursos a que tem direito.

Caso o nome de uma pessoa seja incluído no Serasa, ela tem o cartão de crédito bloqueado?

Uma pessoa que ficou com o nome sujo no Serasa pode ou não ter funcionalidades, como o cartão de crédito e o talão de cheques, bloqueadas. Isso depende da instituição financeira responsável por fornecer essas formas de crédito.

Mas esse bloqueio não pode ser feito de forma abrupta, e o banco precisa avisar ao cliente, com antecedência, antes de bloquear seus cartões. Caso esse cuidado não seja tomado, o cliente tem o direito de entrar na Justiça contra a instituição financeira.

Por fim, é importante ressaltar que ter o nome sujo no Serasa cria, para o indivíduo, uma série de problemas. Frente a uma situação de emergência, por exemplo, em que uma fonte de crédito se faz necessária, ele pode não conseguir um empréstimo ou, até mesmo, se ver forçado a aceitar uma linha de crédito mais cara.

Além disso, ao ter o nome negativado, a pessoa tem seu score reduzido, um fator que, futuramente, pode impedir que ela tenha acesso a serviços como cartões de crédito. Analisando esses fatos com cuidado, é fácil perceber que manter organização financeira e sempre pagar as contas em dia é a melhor opção!

Agora que você conhece a verdade por trás dos principais mitos relacionados ao nome sujo no Serasa, gostaria de descobrir como ser retirado desse cadastro? Leia este artigo e descubra como proceder para ser bem-sucedido nessa tarefa!

Escreva um comentário