Com a crise econômica e política no Brasil, muitos trabalhadores foram prejudicados com os juros altos e o aumento do desemprego, fazendo com que as vendas caíssem e levando várias empresas à falência. Dessa forma, as pessoas precisaram buscar crédito junto às instituições financeiras para pagar suas despesas. Porém, é importante saber como quitar dívidas com bancos.

Se você faz parte desse grupo, saiba que é preciso se reorganizar para sair dessa situação o mais rápido possível. Para ajudá-lo nessa missão, separamos algumas dicas de como quitar as suas dívidas com os bancos. Acompanhe!

Liste tudo que você deve

O primeiro passo é saber o quanto você está devendo. Para isso, liste todas as suas dívidas, como empréstimos, financiamentos, cartões de crédito e cheque especial. Anote o valor da prestação, a taxa de juros, o total devido e o tempo que falta para acabar de pagar. É interessante fazer isso também com as despesas fixas, como água, luz, alimentação e plano de saúde, dentre outras.

Com essas informações em mãos, você consegue visualizar como está a sua situação financeira atual e descobrir onde pode cortar os gastos, além de definir estratégias para aumentar a sua receita — como vender um produto, montar um negócio online, alugar um quarto de sua casa etc.

Priorize o pagamento das dívidas com juros mais altos

Agora, é a hora de fazer o planejamento para quitar todas as dívidas. Para isso, é importante conferir na sua lista qual delas tem a maior taxa de juros e priorizá-la. Cartão de crédito rotativo e cheque especial geralmente possuem os maiores juros do mercado. Por isso, tente pagá-las primeiro e renegocie as demais.

Você pode trocar essas dívidas altas por créditos que cobrem juros mais baixos, como, por exemplo, o crédito pessoal e consignado, o refinanciamento do seu imóvel, ou as plataformas de quitação online. Assim, você substitui uma dívida com taxa de juros 15% ao mês do cartão de crédito para uma de 4% ao mês do consignado, por exemplo.

Analise o contrato

Verifique, no seu contrato, se o banco está cobrando as taxas corretamente. Infelizmente, é muito comum nos depararmos com situações assim. Então, leia o documento com atenção e faça os cálculos dos juros de acordo com o que consta nele. Depois, compare com o que está sendo cobrado.

Caso encontre alguma divergência, você precisa verificar com o gerente ou até mesmo denunciá-lo ao Banco Central e à Defesa do Consumidor. Nesse momento, tente negociar melhores condições de pagamento ou taxa de juros.

Faça uma proposta de pagamento

Ao negociar com o banco, não aceite a primeira proposta que o seu gerente lhe oferecer. É importante propor um acordo que caiba no seu orçamento atual, por isso, informe a ele o valor que consegue pagar por mês e negocie a taxa de juros. Peça um tempo para refletir e confira a proposta de outros bancos. Nessa etapa, é preciso ter calma e não fechar uma negociação na pressão.

Como você pode perceber, para quitar as suas dívidas, é preciso planejar, organizar e pesquisar muito — além de manter a calma. Então, faça o seu controle financeiro e tente aumentar a sua renda, cortar gastos desnecessários e renegociar suas dívidas. Após superar esse momento difícil, crie uma reserva de emergência para não precisar passar por isso novamente.

Agora que você já sabe como quitar dívidas com bancos, entre em contato conosco para que possamos ajudá-lo a conseguir sua independência financeira!

Sou fundador da Kitei, empresa que fundei em meados de 2016. Atuo na  direção de toda a área comercial, administrativa e financeira no cargo de Diretor Executivo. Tenho mais de 25 anos de experiência no mercado de cobrança e por meio de uma gestão inovadora, continuo a conduzir minha equipe para atuar no mercado financeiro com competitividade.

Escreva um comentário