Como identificar juros abusivos e o que fazer em relação a eles?

4 minutos para ler

Até mesmo pessoas que têm as finanças bem organizadas podem se deparar com situações em que recorrer ao crédito se faz necessário. Neste cenário, saber como identificar juros abusivos é de suma importância.

Isso ocorre porque, sem este conhecimento, o indivíduo pode acabar contraindo uma dívida muito mais cara do que precisava, o que obviamente é prejudicial para ele, pois o coloca em uma situação de desvantagem.

Para ajudar você a lidar com esta situação, preparamos este conteúdo com alguns dos principais pontos a serem considerados na verificação das taxas de remuneração de crédito. Leia o artigo e entenda como verificar se os juros de sua dívida são abusivos!

O que é uma taxa de juros abusivos?

Embora em um primeiro momento os juros aparentem ser algo ruim, eles têm um papel importante. Afinal, são eles os grandes responsáveis por remunerar as empresas que fornecem crédito ao mercado.

Sem essa taxa, as instituições simplesmente não teriam motivos válidos para emprestar seu capital a outras pessoas e correr o risco de não recebê-lo de volta. Levando este fato em consideração, podemos dizer que, quanto mais arriscada uma operação de crédito, maiores tendem a ser os juros atrelados a ela.

A grande questão é que os riscos, por si só, não são um motivo para que empresas, como bancos, financeiras e administradoras de cartão de crédito, elevem suas taxas de juros de uma maneira demasiadamente elevada, acima do que normalmente é praticado pelo mercado.

Para lidar com essa situação e garantir a integridade do mercado, e que os interesses do tomador de crédito sejam respeitados, o Banco Central do Brasil tem a prerrogativa de definir os limites para os juros cobrados no país.

Se as taxas praticadas por uma instituição financeira forem superiores ao valor estipulado pelo Banco Central, podemos dizer que os seus juros são abusivos.

Como descobrir se a cobrança de juros é abusiva?

Uma vez que os juros cobrados para o pagamento de dívidas e empréstimos devem respeitar os limites impostos pelo Banco Central, é importante verificar se as taxas, cobradas pela instituição financeira, se enquadram neste limite.

Além disso, é válido ressaltar que algumas instituições financeiras podem, de maneira abusiva, cobrar uma taxa de juros superior a descrita no contrato. Para identificar este problema, o indivíduo precisa calcular as taxas que está pagando, uma tarefa que pode ser feita de maneira mais eficiente por meio da seguinte calculadora disponibilizada pelo próprio Banco Central.

Para evitar este tipo de problema, o ideal é que a pessoa interessada em contrair crédito faça uma pesquisa detalhada antes de tomar uma decisão. Tomando este cuidado, o indivíduo pode dispensar logo de cara orçamentos com valores que estão muito acima da média cobrada pelas instituições financeiras.

Uma pessoa que deseja saber como identificar juros abusivos precisa seguir estes procedimentos.

O que fazer em caso de cobranças de juros abusivos?

Em seu Artigo 39, no inciso V, o Código de Defesa do Consumidor define que as empresas, independente de porte ou área de atuação, não podem exigir vantagens manifestamente excessivas de seus consumidores.

Analisando essa regulamentação, podemos chegar a conclusão que, em caso de taxas abusivas, a pessoa pode contatar um advogado e entrar com um processo contra a instituição financeira.

Uma vez que este processo pode demandar tempo e recursos, porém, alguns indivíduos podem chegar à conclusão de que, no caso deles, ele não é a melhor opção. Nesse tipo de situação, a portabilidade de crédito surge como uma solução inteligente.

Isso porque, ao fazer uso dela, o tomador de crédito pode levar sua dívida para uma instituição financeira que lhe ofereça condições mais amigáveis.

Quando bem usado, o crédito é uma das ferramentas mais úteis a que uma pessoa pode ter acesso. A grande questão é que, para que ele de fato seja benéfico, o tomador precisa ter alguns cuidados. Dentre eles, saber como identificar juros abusivos, pode ser considerado um dos mais importantes!

Agora que você sabe como identificar juros abusivos, compartilhe o artigo em suas redes sociais e ajude seus amigos a acessar este conhecimento!

Posts relacionados

Deixe um comentário